quinta-feira, 31 de julho de 2008

Dominação é mobilizada por insegurança e cultura



Orlandeli/Editoria de Arte


De acordo com o psicoterapeuta professor Renato Dias Martino, o desconforto é o indicativo de que algo está errado. Notícias de que esse modelo perverso de vínculo não está sendo tolerado e algumas idéias necessitam submetidas a questionamento e serem passadas pelo crivo do pensamento é um indicativo de que as pessoas envolvidas estão sentindo-se lesadas em alguma área emocional que busca desenvolver. 

“O desenvolvimento deve estar sendo impedido pelo vínculo perverso. O caminho talvez seja assim, perceber como é que se forma esse ambiente e propor algum movimento contrário”. Prof. Martino diz que a morte é filha do desleixo. As relações morrem e muitas vezes são conduzidas mortas por anos a fio.

“A mudança está em cada um de nós e muito menos na própria civilização. Ao cuidarmos da semente que plantamos ao estabelecermos um relacionamento está incluído esse tipo de manutenção”. Para explicar porque algumas pessoas se deixam levar pela manipulação e controle, Prof. Martino diz que isso é um sinal de despreparo para vida e incapacidade de se responsabilizar pelo próprio caminho. “É como se ao se perceber sendo uma péssima companhia para si mesmo, aceitasse esse tipo de companhia para o convívio”.

Nenhum comentário: