quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Tolerância Já!

Entrevista de Soraya Pericoco com Prof. Renato Dias Martino

Como você aborda a tolerância dentro do seu livro?

Prof. Renato Dias Martino - No livro “Para Além da Clínica”, uso o conceito de tolerância como um dos recursos fundamentais para pensar o conceito de “verdade”. A capacidade de tolerar a dúvida é justamente o que pode nos direcionar para a verdade. Quero propor que quando não se é capaz de tolerar, acabamos chamando de verdade algo que está bem distante disso. S. Freud (1856-1939) traz uma importante colaboração quando nos sugere que a tolerância é a base da capacidade de pensar. Para que exista pensamento é necessário que se possa tolerar o impulso que parte do nosso mundo interno.


Como estão relacionados a intolerância, o imediatismo e o consumismo?



Prof. Renato Dias Martino - Se pudermos partir de uma tentativa filosófica, poderíamos dizer que, a intolerância é filha do desejo e quando ela não pode ser educada pela esperança é uma grande candidata a converter-se em consumismo. Os convites para nos tornarmos intolerantes estão por todos os lados, não obstante, as oportunidades para desenvolvermos a tolerância são raras. Porém, não podemos deixar de lado a aplicação negativa da tolerância. A tolerância passa a ser nociva ao bom funcionamento mental quando não pode contar com a esperança. Um sujeito tolerante, mas ausente de esperança é alguém acomodado. A intolerância, quando surge numa mente saudável, pode ser um bom sinal. Uma notícia de que algo ameaçador está ocorrendo e que seria prudente se defender.

Você acredita que as pessoas estão mais dispostas ao autoconhecimento e ao desenvolvimento humano?


Prof. Renato Dias Martino - Não, não acredito nisso. Essa disposição é muito rara no ser humano atual. Gabamo-nos de sermos animais pensantes, mas na verdade, ainda usamos muito pouco dessa capacidade. Na maioria do tempo agimos muito mais que pensamos e só refletimos sobre nossas ações mais tarde. Ainda teremos que nos dedicar muito para o exercício da autorreflexão para chegarmos a uma real evolução nessa direção.

Outra questão que considerar relevante relacionado a tolerância?


Prof. Renato Dias Martino - A tolerância assim como todos os conceitos que nomeiam nossos sentimentos e experiências emocionais, tem seu lugar adequado dentro do funcionamento mental, por tanto através do autoconhecimento cada um desses conceitos deve encontar sua melhor adequação, sem seu uso indiscriminado.

Prof. Renato Dias Martino
Psicoterapeuta e Escritor
(17)3011-3866
renatodiasmartino@hotmail.com
http://pensar-seasi-mesmo.blogspot.com/

Um comentário:

Sociedade das Quartas Feiras disse...

Muito boa entrevista. Parabéns.