quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Aqui e agora

.
.
.
Aqui e agora
Renato Dias Martino

Posso não ser o que você vê,
Pois, não me lembro de nada.
Porém, estou junto a você.
Mesmo que a palavra não seja falada.

Ouço-te a cada palavra
Mas, não espero nada de você.
Estou pronto para tudo ou nada
Nas coisas que você não vê.

Mesmo te ouvindo atento
Não te asseguro que entendi
Não julgo seu comportamento
Pois, posso ver hoje o que antes não vi.

Não digo para ir embora.
Fique se quiser!
Mostro-te aqui e agora
Que estaremos juntos se vier.

Um comentário:

Gauche disse...

Não sei se devo dizer o que esses versos me remeteram.

Lindos como sempre!